Trade

Promoção turística: Porto Seguro aposta em diversidade

paulo-cesar-magalhaes-porto-seguro

Paulo César Magalhães, secretário de turismo de Porto Seguro

A Secretaria de Turismo de Porto Seguro trabalha para posicionar o destino como um lugar capaz de atender a todos os gostos, do luxo às viagens de formatura. Considerado um município turístico pelo MTur, a cidade está na  “categoria A”, por causa do grande fluxo turístico e expressivo  número de empregos e estabelecimentos no setor de hospedagem.

“Já ouvi muito empresário dizer ‘não queremos ser uma Porto Seguro’. E quando pergunto se a pessoa conhece a cidade, ela diz que não. Porto Seguro teve seu boom no final da década de 1980, início de 1990, quando existiam outros conceitos de sustentabilidade e crescimento. Graças a Deus isso mudou e o destino está acompanhando isso. Algumas coisas precisam e serão melhoradas, mas se o lado bom não fosse maior, nós não receberíamos tantos turistas”, pondera Paulo Cesar Magalhães, que reassumiu a secretaria de turismo do município em junho deste ano.

O PIB turístico foi de pelo menos R$2 bilhões em 2015, segundo Paulo Cesar Magalhães, que reassumiu a secretaria em junho deste ano. Ainda segundo ele, a região, que tem cerca de 150 mil habitantes, recebeu 1,350 milhão de turistas em 2015 – 600 mil somente nos meses de verão. Assim, explica ele, o desafio de Porto Seguro é semelhante a de outros destinos: driblar a sazonalidade para manter os mais de 500 hotéis (cerca de 40 mil leitos) cheios o ano todo.

Para isso, o foco da promoção tem sido a diversidade. A vila de Trancoso, por exemplo, é referência de luxo. Bem frequentado por celebridades que, inclusive, têm casas na região, o local é cobiçado por quem quer realizar casamentos cinematográficos. O secretario conta que são cerca de 80 por ano, com destaque para noivos de São Paulo. De um modo geral, Minas Gerais, São Paulo, região Sul e Argentina, são os principais emissores de turistas.

Só em 2016, 2,5 mil agentes devem ser capacitados em todo o país, para que eles possam vender melhor Porto Seguro. Magalhães conta que, para 2017, a meta é chegar a 4 mil. Assim, esses profissionais saberão que o destino oferece opções de luxo, avistamento de baleias, animadas festas de São João e Réveillon e as belas praias, claro.