Destinos, Especial MídiaTuris, Principais, Viagem

Ilha do Mel: tudo o que você precisa saber para visitar o paraíso no litoral paranaense

Conheça o roteiro que fizemos passando 2 dias e 2 noites na impressionante Ilha do Mel, no Paraná

“Mas, praia no Paraná?” “Paraná nem tem praia!” Essas frases que normalmente escuto por aí não faz mais sentido. Não vou negar que eu também já tive este pensamento pobre de que o estado do Barreado não poderia proporcionar lindas praias com Santa Catarina ou Rio de Janeiro, por exemplo. Decidimos então fazer uma tour pelo Paraná e a Ilha do Mel foi o nosso primeiro destino. Ficamos exclusivamente no pedaço de Encantadas.

Confira nosso roteiro de 2 dias e 2 noites no fantástico paraíso no litoral paranaense.

Como chegar

  • Distância: Aproximadamente 120km saindo de Curitiba.
  • Carro: Você pode chegar na Ilha do Mel por Paranaguá (BR-277) ou Pontal do Sul (BR-277, PR-407 e PR-412).
  • Ônibus: Na rodoviária de Curitiba, vá até o guinche da companhia Graciosa e escolha um dos destinos: Pontal do Sul ou Paranaguá. Recomendamos pegar para o Pontal do Sul por ser mais perto o trajeto até o Trapiche das Encantadas. A passagem custa em torno de R$46,50. A estrada para chegar até Pontal do Sul é extremamente bonita e o percurso dura em torno de 2 horas. Ao embarcar no ônibus, fale para o motorista que você deseja descer no Trapiche do Pontal.
  • Chegando no Trapiche do Pontal
  • Balsa: A balsa é a primeira e tradicional opção. Com o valor de R$35,00 para ir e R$35,00 para voltar, o percurso dura em torno de 30 minutos até Encantadas. Porém, a balsa sai a cada 2 horas.
  • Lancha: Chegamos até o ponto e descobrimos que a próxima balsa sairia apenas 2 horas depois. Neste caso, optamos em ir de lancha. Pagamos R$50,00 ida e volta e o percurso durou aproximadamente 6 minutos. Na minha opinião, o custo benefício valeu muito mais a pena! Atravessamos com o pessoal do Maninho House – (41) 99117-4528 – vocês podem agendar via WhatsApp e para voltar basta mandar uma mensagem 1 hora antes informando o horário que você deseja estar no Trapiche do Pontal.
  • ATENÇÃO: Lembrando que na Ilha não há como circular de carro! No Trapiche do Pontal há diversas opções de estacionamento.

Um momento relax na Gruta das Encantadas

Um dos pontos mais conhecidos da Ilha, a Gruta das Encantadas reúne natureza, sossego e cenários incríveis de ficar com a boca aberta. Passamos a tarde do nosso primeiro dia ali, sem se preocupar com nada e sem ninguém na praia. O local não é indicado para banho, tendo em vista o alto índice de afogamentos.

Reza a lenda que a praia e a gruta levam esse nome por conta dos pescadores, que eram atraídos, seduzidos e depois mortos pelas sereias que ali habitavam! Você acredita na história?

Para chegar até ela, basta fazer uma caminhada rápida, em linha reta, de 10 minutos saindo do Trapiche das Encantadas. Tudo é bem sinalizado então é bem tranquilo para acha-la.

Passeio de barco com a Fortaleza Ilha do Mel

O nosso segundo dia foi regado de história e muitas curiosidade sobre a Ilha do Mel. Resolvemos fazer o passeio com a Fortaleza Ilha do Mel, empresa especializada em passeios náuticos no destino. Fomos surpreendidas em 4:30 de passeio e conhecemos cada pedacinho do lugar.

  • De dentro do barco, passamos pela Praia Grande, uma praia sem construções sem tumulto e que dá acesso a trilha para o famoso Farol da Ilha. A praia é perfeita para observar o pôr do sol e em alguns pontos é perfeita para banho.
  • O passeio também passa pela Gruta das Encantadas, porém, com outra perspectiva já que por conta da maré, não é possível descer na praia.
  • Outro ponto é conhecer a Praia do Farol. Outra praia que não tem condições do barco fazer a temida paradinha. Porém, o visual é lindo e dá pra apreciar a paisagem, além de conhecer a história do Farol. É nela que é possível subir os 15o degraus para ficar frente a frente com uma das vistas mais famosas da Ilha do Mel. É um local passível a banho de mar.
  • A famosa paradinha para explorar a história local! O barco faz uma parada de aproximadamente 40 minutos, com guia, para conhecer a tão temida Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres, que foi construída entre os anos 1767 e 1770 como estratégia de segurança na época. Ali é possível desbravar o lugar, percorrer uma trilha que dá acesso a um extenso labirinto, canhões e o presente do final da caminhada é um incrível mirante com vista panorâmica da Ilha.
  • Antes do almoço, o barco passa pela maravilhosa Baía dos Golfinhos. Eu achava que era impossível observar os mamíferos, mas confesso que era um sonho, já que eles são um dos animais que mais me encantam. O barco, quietinho, para por alguns minutos e é possível observar inúmeros golfinhos. Claro que vai da vontade deles chegarem perto ou não. A experiência é única.
  • Última parada: almoço na Ilha das Peças. A Ilha leva esse nome devido à época da escravatura, onde os escravos eram jogados no local e para despistar qualquer suspeita, falavam que eles eram objetos. A parada para o almoço foi absurdamente recheada com muitos frutos do mar. Gastamos aproximadamente R$70,00.

O passeio custa R$100,00 por pessoa e tem duração de 4 a 5 horas e sai do Trapiche das Encantadas. Vale ressaltar que a Fortaleza Ilha do Mel, além de realizar o Passeio Náutico, também oferece Day Use, Travessias e Pescarias.

Onde comer na Ilha do Mel

  • Restaurante Fim da Trilha: Comandado por uma equipe de Chefs renomados, o Fim da Trilha, além de pousada, oferece um requintado cardápio pensado em todos os paladares com uma comida criativa que aguça todos os sentidos. Foi a primeira vez que pude observar um serviço tão personalizado e pensado para cada pessoa individualmente. O ambiente é rústico, moderno e aconchegante, perfeito para um bom almoço ou jantar rodeado com elementos da natureza. Os preços e mais detalhes você encontra na matéria abaixo.

Veja: Experiência gastronômica no Fim da Trilha

  • Eclipse Restaurante: Outro lugar que optamos em almoçar foi o Restaurante Eclipse. Logo em frente ao Trapiche das Encantadas, o forte do local são as saladas, todas super bem caprichadas. Em nosso almoço optamos pelo filé mignon com bacon, batatas e arroz + 2 refrigerantes. O preço total saiu R$36,00 para cada uma.

Onde se Hospedar na Ilha do Mel

Como citamos, o Fim da Trilha, além de restaurante, também é pousada! Com ambiente regado de elementos da natureza em sua decoração, deixando o ambiente mais aconchegante, a pousada possui diferentes serviços e o café da manhã é incluso na diária.

Tabela de preços:

Divulgação Fim da Trilha

Observação relacionada a pandemia

A população da Ilha maior de 18 anos está 100% vacinada contra o coronavírus. Você pode ler a matéria completa clicando aqui.

Observações gerais

A Ilha do Mel foi um destino que particularmente me surpreendeu muito, tendo em vista sua beleza natural e todos os atrativos. O local é seguro, calmo e perfeito para quem ama ecoturismo. Como nosso roteiro estava apertado, ficamos apenas 2 dias na Ilha e consegui me apaixonar profundamente. Com certeza é um lugar que pretendo voltar em breve.

Veja a 1° parte do roteiro da nossa Tal Trip:

Coluna Tal Trip do MídiaTuris no YouTube

Acompanhe o MídiaTuris nas Redes Sociais:

Instagram: @midia.turis – Aqui você encontra toda a cobertura sobre nossa ida até a Ilha do Mel.

TikTok / Twitter / Facebook: @midiaturis

Sobre o autor

Jornalista apaixonada por viagens, histórias e culturas a fim de desvendar os mistérios dos mais diversos mundos.

(1) Comentário

  1. […] Veja também: Ilha do Mel: tudo o que você precisa saber para visitar o paraíso no litoral paranae… […]

Comentários estão encerrado.