Principais

O Incrível Trekking no Bosque Petrificado

Trekking em um bosque petrificado

MT – com edição das Agências

A poucos quilômetros da cidade de El Calafate e às margens do rio La Leona há um bosque totalmente coberto de cinzas. O Bosque Petrificado é um dos atrativos da Patagônia argentina, um lugar para quem curte trekking, aventura e paleontologia.

A caminho de Chaltén (a capital argentina do trekking), na região do Lago Argentino, do rio Santa Cruz e do rio La Leona e com uma vista panorâmica da Cordilheira dos Andes, incluindo o cerro Fitz Roy, há um bosque com fósseis e troncos e árvores totalmente cobertos por cinzas há mais de 150 milhões de anos. Trata-se de uma das paisagens mais impactantes de El Calafate.

Para quem gosta de viagens que incluem fazer caminhadas e conhecer parte da pré-história, esta é uma oportunidade de satisfazer os dois interesses na mesma experiência. A proposta é passar um dia inteiro de aventura no bosque na companhia de guias especializados, apreciando um cenário único. As árvores e os troncos totalmente cobertos por restos vulcânicos dividem a cena com a vegetação viva atual.

A “porta” de acesso ao bosque é o centro de infraestrutura para o turismo La Leona, que no passado funcionava como entreposto de compras para os habitantes da região. O trekking dura aproximadamente três horas, por um terreno onde o vento e a água provocaram a erosão que deixou à mostra uma grande quantidade de troncos petrificados com até 1,20 m de diâmetro, além de fósseis de vários tipos de dinossauros, representantes de épocas em que o clima era muito diferente e tudo ali era verde.

Esta paisagem que ficou oculta durante milhões de anos agora pode ser contemplada pelos interessados em conhecer este lugar inóspito, mas protegido do vento, que constitui um dos principais cartões postais da beleza natural da Patagônia argentina.