Mídia Turis

Cinco ótimos motivos para visitar a cidade de Porto Seguro, na Bahia

A cidade baiana, conhecida por suas belas praias e pelas famosas viagens de formatura do Ensino Médio, foi uma das inspirações para o novo livro de Gabriel Calamari, lançado pela Buzz Editora

Porto Seguro – Gabriel Calamari | Divulgação

Com a chegada do verão, surge também o desejo de aproveitar as férias e um dos destinos mais procurados no Brasil é Porto Seguro, na Bahia. Conhecida por sua variedade de atrações, história, praias e belezas naturais, a cidade é um dos locais mais visitados pelos turistas, não só na alta como também na baixa temporada, além de alunos do Ensino Médio que desejam aproveitar a tão aguardada viagem de formatura. O “terceirão”, último ano dessa fase escolar, é o mais esperado e, ao mesmo tempo, temido pelos estudantes. É quando os jovens devem fazer sua escolha profissional, passar no vestibular e traçar metas para sua nova realidade, além de lidar com as mais diferentes e aterrorizantes emoções que a conclusão desse ciclo pode trazer à tona. Porém, um marco importante para muitos jovens é a famosa viagem de formatura para Porto Seguro, um dos pontos turísticos mais procurados para tal.

Inspirado pelo mar, pela juventude e por essa viagem tão aguardada pelos jovens brasileiros, o escritor Gabriel Calamari, que também é ator, roteirista e diretor e participou de séries e novelas como “Malhação: Viva a Diferença”, da TV Globo, e “Que Talento!”, do Disney Channel Argentina, decidiu escrever o livro Porto Seguro, romance de ficção Young Adult (YA) lançado pela Buzz Editora, que aborda os dilemas, as descobertas e as encrencas que todo jovem enfrenta durante essa fase da vida. De acordo com o autor, seu objetivo não é transmitir uma mensagem específica, apenas desabafar sobre sua própria vivência, ainda que o livro não seja uma autobiografia: “Este livro não é a droga da minha autobiografia, fique tranquilo. Escrevo longe da cidade, dos prédios e do barulho insuportável dos caminhões na rua; escrevo perto do mar, o único lugar onde um homem pode descansar a cabeça e sonhar em paz. Se história é tudo aquilo que contam sobre nós, ainda assim, por favor, aceite minha versão dos fatos”.

O personagem principal de Porto Seguro é André, jovem à margem da turminha popular do colégio Tom Jobim, leitor voraz e narrador da história. “No livro, estão contidas as próprias reflexões deste personagem, um arquétipo do jovem brasileiro hoje, inseguro, com medo do futuro e do mundo adulto, e que não sabe o que quer fazer na faculdade. André tem medo de ser um falido igual ao pai, que está desempregado”, explica Gabriel.

A seguir, descubra cinco ótimos motivos para visitar a famosa cidade que serviu de inspiração para Calamari.

Roteiro rico em história e cultura

O Centro Histórico é parada obrigatória para todo mundo que visita Porto Seguro. Localizado em uma falésia e com vista para o mar, essa atração é Patrimônio Histórico da cidade, pois guarda o Marco do Descobrimento e outros pontos turísticos, como a Igreja de Nossa Senhora da Penha e a Casa de Câmara e Cadeia, museu que abriga objetos e ferramentas de tribos indígenas que viviam na região antes da chegada dos portugueses no Brasil.

Culinária local

Mesclando diferentes origens que resultam em iguarias atemporais, a culinária baiana é um dos pontos altos de Porto Seguro. Os amantes de frutos do mar e peixes vão se esbaldar nos diversos pratos saborosos e memoráveis servidos na cidade. Moqueca, acarajé e caruru são algumas das opções mais pedidas pelos visitantes, além de outros pratos típicos, como o sarapatel, preparado à base de miúdos suínos. Além de toda a riqueza gastronômica, a Passarela do Álcool rouba a cena: de drinks inusitados a artesanato, a passarela é uma das melhores opções para quem quiser aproveitar a noite após um longo dia na praia e fazer compras.

Praias paradisíacas

O Nordeste, por si só, é repleto de praias que são verdadeiros paraísos e Porto Seguro tem praias perfeitas para quem quer aproveitar as belezas naturais e tomar um bom banho de mar. A Praia do Espelho é famosa por suas piscinas naturais, a Praia de Pitinga proporciona uma visão privilegiada dos corais, com sua água é cristalina. Já a Praia de Taípe é conhecida por sua inesquecível Lagoa Azul, e a Praia de Mutá separa Porto Seguro e a cidade de Santa Cruz Cabrália.

Passeios diferenciados

Porto Seguro ainda dispõe de várias opções de passeios para você aproveitar cada segundo ao máximo, como o mergulho autônomo. As águas são transparentes e bastam alguns equipamentos. Tem também o passeio para observação de baleias jubarte, uma experiência simplesmente incrível que acontece entre julho e outubro, e o passeio de quadriciclo, ideal para conhecer trilhas e paisagens maravilhosas.

Festas e vida noturna

Para quem ama festas, baladas e muita agitação, não pode deixar de visitar o Tôa Tôa, um complexo de lazer com dança, música, entretenimento, comidas e bebidas, além de aulas de axé e shows de artistas ao longo de todo ano. Já o Axé Moi é o maior atrativo turístico da cidade e referência para todos que visitam a cidade em busca de descanso e diversão, com festas dia e noite, diversas atrações, animadores, dançarinos, DJs e grandes atrações, além de mega eventos com grandes shows de artistas do Brasil. Outra ótima opção é a boate Alcatraz, espaço temático inspirado num grande presídio, que em si já é uma grande atração para seus milhares de visitantes que podem se reunir em grupos ou a sós dentro de celas com grades ou mesmo tirar fotos com algemas ou numa grande cadeira elétrica. O local conta com bares, lanchonetes, área de jogos, karaokê, celas VIPs e cinemas ao ar livre, entre outras atrações.

Porto Seguro é o lugar perfeito para recarregar as baterias se preparar para novos ciclos, principalmente para quem está terminando o Ensino Médio e curtir as férias com os amigos ou a dois. “O que as pessoas podem levar dessa história é a importância das amizades e de ter pessoas com quem você pode dividir a vida e que também vão dividir a vida com você. Porto Seguro fala sobre o amor, o futuro e a passagem do mundo jovem para o adulto, além de fazer críticas ácidas à geração Z, com jovens hiperconectados nas redes sociais e que ganham até dez vezes mais que os pais produzindo conteúdo, entre tantas outras questões acerca dessa geração e desse período de transição entre a vida jovem e adulta”, finaliza Gabriel.