Vinho e Viagem

Vinhos e sabores da Bairrada regressam ao Velódromo de …

O evento é uma organização conjunta da Comissão Vitivinícola da Bairrada, do Município de Anadia e do Turismo do Centro de Portugal, com produção da Revista de Vinhos e apoio da Rota da Bairrada, Instituto da Vinha e do Vinho, ViniPortugal, entre outras entidades.

Nascido em 2013, o EVSB tem como primeiro objetivo promover os produtos mais emblemáticos da Bairrada, em especial os vinhos e espumantes com certificação de Denominação de Origem, e a sua gastronomia, com destaque para o leitão da Bairrada, o pão da Mealhada e a doçaria regional, em especial ovos-moles de Aveiro, Amores da Curia, queijadas de Águeda e Folar de Vale de Ílhavo.

“Este é um evento capaz de atrair milhares de visitantes e que pretende valorizar a imagem da região numa oferta turística integrada, onde as valências de enoturismo, do turismo termal, hotelaria e restauração constituem um fator dinamizador”, resume a organização em nota enviada à agência Lusa.

A edição de 2016 repete o modelo dos anos anteriores, sendo composta por uma feira de vinhos e sabores, três provas de vinhos comentadas por críticos da Revista de Vinhos (uma por dia), dois jantares temáticos e a edição de 2016 do `Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada.

Sob o mote “Bairrada – Três Vindimas de Excelência: 1991, 2001 e 2011”, a prova de vinhos decorre no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, arrancando a uma sexta-feira, 30 de setembro, com a edição do Bairrada Blend, destinada a vinhos brancos e tintos que misturam castas clássicas com outras menos tradicionais. A prova de domingo é dedicada aos “Espumantes de Baga”, onde se incluem os novos Baga@Bairrada.

O leitão da Bairrada será o prato principal do jantar temático “Sabores da Terra” (dia 30 de setembro), que decorrerá no restaurante montado no Velódromo, onde no dia seguinte será dado destaque ao bacalhau no jantar “Sabores do Mar”.

A entrada no EVSB será gratuita, os jantares temáticos têm o preço único de 35 euros (incluindo vinhos), as provas de vinho comentadas custam 10 euros e o copo e bolsa para as provas livres ficam por três euros.

O Velódromo Nacional de Sangalhos, que acolhe um centro desportivo de Alto Rendimento (CAR), foi inaugurado em setembro de 2009 e tem uma área polivalente com 1100 metros quadrados.

O Centro de Estágios, destinado aos atletas e equipa técnica, dispõe de 16 quartos duplos e de um espaço adequado à preparação e recuperação de atletas, composto por balneários, Health Club, ginásios, gabinetes médicos, sala de aulas e sala de convívio, com cafetaria.

O Velódromo, que é gerido pela autarquia de Anadia e que tem um orçamento anual de cem mil euros, dispõe ainda de sala de reuniões, de sala de conferência, de gabinetes e de refeitório.