Trade

RIOgaleão realiza 1º Mostra Conexão Escola em Tubiacanga

Bruna Cristina e Júlia Helena - Conexão Escola (1)

Bruna Cristina e Júlia Helena

O RIOgaleão realizou a 1º Mostra Conexão Escola, feira de sustentabilidade que busca disseminar a preservação do meio ambiente e a realização de atividades educativas sobre o ecossistema. Está é mais uma iniciativa social promovida pela concessionária, realizada desta vez em Tubiacanga, que foi aberto ao público e contou com a presença da comunidade e de jovens estudantes, de 9 a 15 anos, que fazem parte do projeto Conexão Escola. O objetivo é levar conhecimento sobre meio ambiente, a aeronáutica e os direitos humanos a estudantes que moram próximo ao Aeroporto Internacional Tom Jobim.

“O projeto tem me proporcionado um novo olhar sobre o meio ambiente e o quanto é possível fazer a diferença com atitudes simples no dia a dia. Aprendemos sobre a importância e o cuidado que devemos ter com o ecossistema e a agir de forma sustentável para garantir o nosso futuro. Essa época do ano, por exemplo, temos que ficar alertas quanto à soltura de balões. É crime, polui o meio ambiente e pode causar diversos acidentes com queimadas. Não vale a pena correr esse risco por diversão”, disse a estudante de 10 anos, Júlia Helena dos Santos, que virou monitora do 2º nível no Conexão Escola.

Os jovens expuseram esculturas criadas a partir de resíduos gerados na comunidade onde moram, em Tubiacanga, na Ilha do Governador. Os materiais seriam descartados, mas foram direcionados para o projeto evitando, assim, a poluição no meio ambiente.

Com o objetivo de agregar novos conhecimentos socioambientais e oferecer mais entretenimento, diversas empresas apoiaram o evento e promoveram atividades ligadas à temática verde, entre elas: educação ambiental com utilização da técnica de falcoaria (falcões e gaviões); exposição arqueológica; oficinas de compostagem, reciclagem e de jogos; doação de mudas hortaliças e de sacos de terra adubada; teatro ambiental sobre coleta seletiva; exposição de esculturas feitas de resíduos sólidos; exposição de criação de abelhas (sem ferrão); distribuição de gibis sobre educação ambiental; e esclarecimentos sobre fauna e segurança aeroportuária