Destinos

Os melhores países para se viver após a aposentadoria

Esqueça o Nordeste brasileiro ou alguma ilha paradisíaca da Polinésia francesa. O melhor lugar do mundo para se viver após se aposentar é o Panamá. O país da América Central recebeu nota de 93.5 numa escala que vai de 0 a 100 no Índice Global de Aposentadoria, publicado há 25 anos pela revista americana ‘International Living‘.

Equador (92.4), México (89.3), Costa Rica (88.4), Malásia (87.8), Colômbia (87.7), Tailândia(84.8), Nicarágua (84.2), Espanha (83.6) e Portugal (82.9) completam o Top 10.

DC_Colombia/iStock

La Miel, no Panam; Panam oferece um visto permanente a aposentados, que ainda garante diversos tipos de descontos em bens e produtos.La Miel, no Panam; Panam oferece um visto permanente a aposentados, que ainda garante diversos tipos de descontos em bens e produtos.

La Miel, no Panamá; país oferece visto permanente a aposentados

O ranking é elaborado pela rede de correspondentes e colaboradores da revista espalhados pelo mundo, levando em consideração uma série de características, entre eles valor de imóveis para compra ou aluguel, vistos de residência, custo de vida, facilidade de adaptação, sistema de saúde, entre outros.

Quatro países sul-americanos estão entre os 23 do ranking da International Living. Além de Equador e Colômbia, estão presentes Peru e Uruguai, 15º e 18º colocados, respectivamente.

Com informações da BBC