Trade

Nova York destaca transformação da Lower Manhattan; veja destaques

O sul de Manhattan está se transformando em uma forte região turística, com muitas novidades para atrair mais visitantes (Foto: Divulgação/ NYC Company)

A NYC Company, órgão de promoção de turismo da cidade novaiorquina, convida visitantes a descobrirem uma nova Lower Manhattan. Nos últimos anos o bairro experimentou um incrível renascimento com a inauguração de novos hotéis, centros comerciais, restaurantes de chefes renomados e abertura de atrações. Destino excelente para turismo, Lower Manhattan está passando por um momento extraordinário, desde a abertura do luxuoso Four Seasons New York Downtown, no próximo mês, até o lançamento do complexo Westfield World Trade Center.

“A notável revitalização de Lower Manhattan nos últimos 15 anos é um dos pilares de uma nova Nova York”, afirma Fred Dixon, presidente e CEO da NYC Company. “Com o turismo chegando a níveis recordes na cidade de Nova York, visitantes e locais têm mais chances de explorar, comprar, se hospedar e jantar neste bairro reinventado”, completa.

Hotelaria – A arquitetura vitoriana encontra com o luxo moderno no The Beekman, a Thompson Hotel, aberto ao público na última terça-feira (23). O hotel conta com 287 quartos, incluindo suítes de cobertura. O luxuoso Four Seasons New York Downtown, com inauguração marcada para o final de setembro, apresentará a já conhecida hospitalidade da marca e 189 quartos e suítes, localizado a um quarteirão do World Trade Center. O hotel contará, ainda, com um spa urbano e um novo restaurante, CUT by Wolfgang Puck.

Viajantes a negócios e famílias procurando por espaço extra podem contar com o recentemente aberto AKA Wall Street, com 132 apartamentos para estadias prolongadas totalmente mobilados, ou o Conrad New York, com 463 suítes de luxo com vista para o Rio Hudson.

Restaurantes – Chefs de renome internacional e novos conceitos dos melhores restaurantes da cidade agora podem ser encontrados em Lower Manhattan. No Brookfield Place os visitantes podem aproveitar o mercado com inspiração francesa, Le District, que conta com três restaurantes e quatro locais que vendem carnes de qualidade, queijos, pães e muito mais.

No Le District está o Hudson Eats, que serve pratos populares de famosos locais da cidade, como Mighty Quinn’s Barbeque e a lanchonete Num Pang. Outra famosa lanchonete da cidade, Shake Shack recentemente foi aberta no Fulton Center.

O mercado italiano Eataly também foi inaugurado neste mês no bairro com restaurantes, padarias, cafeterias e outras opções do local. Pier A Harbor House, que abriu no ano passado em Battery Park, é um antigo salão de imigração que se transformou em um restaurante e cervejaria, oferecendo frutos do mar frescos e um espaço privativo para eventos com vista para a Estátua da Liberdade.

Wolfgang Puck revelará sua premiada steakhouse CUT by Wolfgang Puck no mês que vem no Four Seasons New York Downtown, seu primeiro restaurante na cidade. No The Beekman, a Thompson Hotel, o aclamado chefe Tom Colicchio abriu ontem o Fowler Wells, juntamente com o restaurateur Keith McNally e sua brasserie Augustine. O chefe celebridade John-Georges Vongerichten planeja abrir seu restaurante especializado em peixes no Pier 17, South Street Seaport, em 2017.

Atrações Cultura – Visitantes em Lower Manhattan encontrarão diversas novas atrações culturais no bairro. Uma das sensações da área é o One World Trade Center, o mais alto edifício do Hemisfério Ocidental e lar do One World Observatory, aberto em maio de 2015. Em homenagem ao 15º aniversário dos ataques de 11 de setembro, o National September 11 Memorial Museum lançará a nova exposição Rendering the Unthinkable: Artists Respond to 9/11 em 12 de setembro.

Na primavera de 2015, o temático SeaGlass Carousel foi inaugurado no Battery Park, bem como a expansão do Ellis Island National Museum of Immigration, em New York Harbor. South Street Seaport está passando por uma transformação com alguns destaques como o novo e luxuoso cinema iPic, que passará a funcionar em 7 de outubro, a reabertura do South Street Seaport Museum no início deste inverno e um novo espaço de compras, programado para abrir no próximo ano.

Com um passeio de balsa partindo de Lower Manhattan chega-se a Governors Island, que também está sendo transformada em um ponto de cultura e educação com a abertura do The Hills, quatro colinas artificiais que proporcionam uma vista esplêndida do skyline de Manhattan.

Transporte – Para apoiar os novos desenvolvimentos de Lower Manhattan, diversas adaptações na infraestrutura de transporte estão ocorrendo. Fulton Center, aberto em novembro de 2014, oferece conexão para nove linhas de metrô (MTA) e cinco estações de metrô para mais de 300 mil pessoas. Em outubro de 2015, o prefeito Bill de Blasio anunciou que a Staten Island Ferry, gratuita, servirá pelo menos a cada 30 minutos, sete dias por semana entre Lower Manhattan e Staten Island.

O World Trade Center Transportation Hub, finalizado em maio, conecta os visitantes a 11 linhas de metrô, trens PATH para Nova Jersey, Battery Park City Ferry Terminal, Brookfield Place e o complexo World Trade Center. O ponto cria uma conexão subterrânea que se estende entre Brookfield Place e Fulton Center. Este tecnológico centro de transportes está localizado no Oculus, projetado por Santiago Calatrava, e serve 200 mil passageiros diariamente – além de abrigar o complexo comercial Westfield World Trade Center.