Sem categoria

Marca de roupas incentiva reparo de peças usadas

Jogar roupas antigas no fundo do armário é prática comum nos dias de hoje. Com o estímulo ao consumo a mil por hora, muitas vezes compramos itens que já temos e descartamos os que rapidamente enjoamos. No final do mês, o resultado é um armário abarrotado e uma conta bancária no vermelho.

Para incentivar o consumo consciente, a marca de roupas esportivas Patagonia criou a campanha “Worn Wear” (Vista o Usado). Por meio de um caminhão personalizado, uma equipe de costureiros qualificada viaja pelos EUA, durante dois meses, em busca de peças usadas da grife para reparo ou pequenas mudanças. Tudo isso gratuitamente.

Créditos: Divulgação

Costureiro reparando peça da marca Patagonia

O objetivo, segundo a empresa, é que as roupas deixem de ser obsoletas e ganhem uma nova história com o usuário. No site da marca, os usuários compartilham as aventuras vividas com as peças e reforçam a importância de consumir com consciência.

Mas, como qualquer empresa, a Patagonia não deixou de lado seu interesse de vender peças novas para manter a rentabilidade, tampouco o perfil de “roupas de alta qualidade que duram vários anos”.

Uma das ações da grife é oferecer desconto na compra de uma peça nova, em troca de uma usada. Se a roupa estiver em boas condições, é revendida no próprio site da “Worn Wear”. Caso contrário, vai para reciclagem.

Para o consumidor, a vantagem está em comprar uma peça da nova coleção com desconto ao trocar por uma antiga. Para a marca, divulgar suas ações de ­­­sustentabilidade e revender roupas antigas.

Créditos: Divulgação

Caminhão que transporta os costureiros do projeto “Worn Wear”

Grande defensora do meio ambiente, a Patagonia acertou em cheio com a “Worn Wear”: focou em estratégicas ligadas ao meio ambiente, sem perder espaço no mercado.

Curadoria: engenheiro Bernardo Gradin, especialista em soluções sustentáveis.