Trade

Leipzig: cidade dos museus, da história e da imaginação

EDIÇÃO DO DIÁRIO (Fotos: DZT)

Thomaskirche

header_Leipzig-Thomaner-006_high_RET

Bachmuseum Leipzig

header_Bachmuseum

 

O Bachmuseum (Museu de Bach) em Leipzig, reinaugurado em 2010, é representativo da cultura de museus no século XXI.

A vida e a obra de Johann Sebastian Bach e sua família são apresentadas em uma área de 750 m², com uma exposição multimídia interativa. Um dos pontos altos do roteiro é a câmara do tesouro, onde é possível ver manuscritos originais de Bach e outras preciosidades. Um pequeno jardim, um gabinete para audição e o Café Gloria dão ao visitante oportunidade de descansar e passar seu tempo.

Horários de abertura:

terça – domingo, 10:00 às 18:00 horas

saiba mais sobre os museus alemães

GRASSI Museu de arte aplicada

header_Grassimuseum-fuer-angewandte-Kunst

Em março de 2012, o GRASSI Museu de arte aplicada, em Leipzig, abriu suas portas para a terceira parte de sua nova exposição permanente.

Com o tema “Da Art Nouveau à Atualidade”, mais de 1.500 objetos de Art Nouveau, Art Déco, Funcionalismo e do design da Alemanha Oriental pós 1950 podem ser apreciados. A inauguração da terceira parte da exposição completa as seções já existentes, “Da Antiguidade ao Historicismo” e “Arte Asiática. Impulsos para a Europa”, convidando a fazer uma viagem ímpar por três mil anos de história da arte.

Horários de abertura:

terça a domingo e feriados, 10:00 às 18:00 horas

saiba mais sobre os museus alemães

Museu Memorial na “Runde Ecke”

header_Museum-in-der-Runden-Ecke-Eingangsbereich

Por muito tempo, o prédio conhecido como “Runde Ecke”, em Leipzig, foi símbolo da repressão do regime na RDA.

Um dos pontos altos da revolução pacífica em Leipzig foi a ocupação da central da polícia secreta, a Stasi, em 4 de dezembro de 1989 pelos manifestantes dos protestos das segundas-feiras. Hoje, o local abriga o museu memorial “Runde Ecke” e sua exposição permanente “Stasi – Macht und Banalität” (Stasi – Poder e Banalidade) informa sobre a história, a estrutura e os métodos da polícia secreta da RDA.

Horários de abertura:

diariamente, 10:00 às 18:00 horas

saiba mais sobre os museus alemães

Zeitgeschichtliches Forum

header_Zeitgeschichtliches-Forum

O museu no centro de Leipzig é um local para a reflexão e o confronto com a história alemã desde o final da Segunda Guerra até os dias de hoje.

O prédio moderno e fácil de visitar mantém viva a história da repressão política, da oposição e da resistência, e da revolução pacífica no contexto da divisão do território alemão e da vida cotidiana na RDA. Além disso, é mostrado também o processo de reunificação nos últimos vinte anos.

Horários de abertura:

segunda a sexta, 9:00 às 18:00, sábado e domingo, 10:00 às 18:00

saiba mais sobre os museus alemães

Comércio e arte: a Feira de Leipzig

header_Leipzig-Messe_zentrale-Eingangshalle_9_Foto-Leipziger-Messe_RET

Leipziger Messe é o centro de feiras e convenções da cidade, e um dos centros de feiras mais antigos do mundo. O lugar foi sempre um palco importante para o comércio e mudanças significativas, e na época da Alemanha Oriental, duas vezes por ano, a Leipziger Messe era a mais importante vitrine do lado ocidental para o lado oriental – e vice-versa. Com o novo espaço da feira, a cidade ganhou também uma área nova para a arte: mais de 20 artistas famosos criaram, especialmente para a feira, salas, paredes, papéis de parede, escadarias, esculturas e outras obras permanentemente integradas à construção.

Um bar estudantil diferente: Auerbachs Keller

header_Leipzig-Auerbachs-Keller-imago50093930h

Em 1525, o médico e professor Heinrich Stromer von Auerbach instalou um balcão para servir estudantes no porão da sua casa, explicando que “vinho é uma excelente profilaxia contra todo tipo de males, se for usado corretamente”. Hoje, o “porão do Auerbach”, ou “Auerbachs Keller” é o bar mais famoso de Leipzig e um dos mais famosos do mundo. Uma das casas de vinho preferidas da cidade já no século XVI, o Auerbachs Keller agradece sua fama principalmente a Johann Wolfgang von Goethe, que era assíduo frequentador do local enquanto estudava. Desde que existe, o Auerbachs Keller serviu cerca de 91.980.000 clientes.

Cidades Alemãs: Leipzig

Matérias relacionadas:


Leipzig: Cidade da msica e de Johann Sebastian BachLeipzig: cidade de heróis, beleza e música, muita música