Trade

Hopi Hari tem pedido de recuperação judicial negado

Como divulgado no último mês pelo ME, o Hopi Hari entrou com pedido de recuperação judicial no foro de Vinhedo, município no interior do Estado de São Paulo. E, por decisão da juíza Euzy Lopes Liberatti, o requerimento foi negado, de acordo com informações do portal G1, por não haver proposta pontual ou provisória, sem contar com respaldo da lei.

A solicitação foi feita em agosto pelo Hopi Hari com o intuito de obter investidores para quitar uma dívida superior a R$ 300 milhões com credores e, desta forma, evitar a falência.

No mesmo período, o complexo fechou em outras ocasiões devido à greve de funcionários por atraso do pagamento de salários. No início do ano, a direção ainda foi acusada de não pagar a segunda parcela do 13º salário, cortar o convênio médico dos funcionários, além de atrasar pagamentos.