Principais

Gastronomia de Belém é experiência inusitada da Amazônia

Lá em Casa

Aberto há 43 anos pelo chef Paulo Martins, o Lá em Casa parece ter colocado toda a Amazônia dentro de um mesmo cardápio e surpreende com o corridinho de peixe, uma sequência de pratos para quem provar um pouco de cada uma das opções.

Eduardo Vessoni

Eduardo VessoniEduardo Vessoni

Prato do ‘Lá em Casa’, restaurante localizado na Estação das Docas, em Belém

 

Por R$ 69 por pessoa, é possível provar porções de pirarucu, picadinho de tambaqui, filhote no tucupi, pescada amarela e gurijuba defumada, acompanhados de feijão de Santarém, arroz de jambu, molho de alcaparra e geleias de pimenta-de-cheiro, priprioca e jambu.

E como se já não bastasse o mundo amazônico que se vê sobre a mesa, o serviço ainda inclui suco de cupuaçu e o viciante sorvete de bacuri, fruta regional que lembra o sabor da graviola.

Para fechar a noite, não deixe de provar o licor de jambu, aquela bebida regional conhecida pelo formigamento na boca.

A novidade da casa é o tucupi preto, uma redução de tucupi feita, exclusivamente, na cozinha do restaurante, em que são usados 10 litros do líquido para fazer 130 gramas da versão escura do tucupi, uma espécie de shoyo amazônico.

Lá em Casa
Av. Boulevard Castilho França (Estação das Docas, Galpão 2, Loja 4)
Tel.: (91) 3212-5588
www.laemcasa.com