Sem categoria

Fisiculturista morreu graças a excesso de proteína na dieta

Créditos: Reprodução/Instagram

Meegan Hefford foi encontrada inconsciente em seu apartamento, mas não resistiu

A fisiculturista australiana Meegan Hefford morreu no último dia 19 de junho, mas só agora, quase dois meses depois, foi revelada a causa de sua morte.

De acordo com a CNN da Austrália, Hefford, que participava de eventos de fisiculturismo, faleceu em virtude do excesso de proteínas em sua dieta.

A jovem de 25 anos tinha uma deficiência de metabolizar proteínas e sua dieta com teor elevado da substância graças à ingestão de suplementos acabou levando-a à morte.

A desordem no metabolismo de proteína impedia seu organismo de quebrar a substância ingerida de forma adequada e fazia acumular nitrogênio em forma tóxica de amônia em seu corpo.

“Não havia jeito de saber que ela tinha isso, porque não há uma rotina de testes para isso”, disse Michelle White, mãe da fisiculturista morta, à emissora. “Ela começou a passar mal e entrou em colapso”. Hefford foi encontrada desacordada em seu apartamento e não resistiu.

  • Leia mais:

Nove alimentos ricos em proteína pra quem quer substituir a carne