Vinho e Viagem

É hora de conhecer os vinhos de Portugal

por O Globo

O jornalista Manuel Carvalho comanda prova no Vinhos de Portugal – Eduardo Uzal / Eduardo Uzal

Publicidade

Seja sincero: quando o assunto é vinho de excelência, o que vem à sua cabeça? As regiões francesas de Bordeaux ou Borgonha? As castas Cabernet Sauvignon ou Chardonnay? É hora de rever os seus conceitos. Há alguns anos, os vinhos portugueses, incluindo os brancos, têm se destacado no mercado internacional, recebendo as mais altas pontuações em provas, sendo muito bem avaliados por críticos renomados e vencendo concursos. Douro, Dão, Bairrada e Alentejo despertam hoje o mesmo interesse que regiões produtoras da França ou da Itália e castas lusas, como a Touriga Nacional e a Encruzado não são mais um mistério para muita gente. Ainda o são para você? Então se apresse, pois os ingressos para o Vinhos de Portugal estão à venda e algumas provas já estão esgotadas.

Evento realizado por O GLOBO, Valor Econômico, a Revista Época e o jornal português Público, o Vinhos de Portugal terá este ano número recorde de atrações e de produtores, tornando-se o maior evento de vinhos portugueses para consumidores fora de Portugal. No Rio, onde acontece de 1º a 3 de junho, no CasaShopping, contará com 80 produtores no mercado e 550 rótulos à prova. Em São Paulo, será ainda maior: 85 produtores e 600 rótulos estarão no Shopping JK Iguatemi, entre 8 e 10 de junho. Um dos grandes trunfos do evento é a chance de conhecer quem faz a bebida, poder tirar dúvidas, fazer comentários e descobrir a história de cada vinícola — tudo possível no Mercado de Vinhos, que estará nas duas cidades. Luis Pato, cuja família produz vinhos na Bairrada desde o século XVIII e que é considerado um modernizador dos vinhos portugueses, é presença confirmada, assim como a brasileira Juliana Kelman, que desde 2013 faz no Dão vinhos que estão dando o que falar.

No Rio, onde acontece desde 2014, o Vinhos de Portugal terá 16 provas, incluindo quatro comandadas por Dirceu Vianna Júnior, o único brasileiro com o título de “Master of Wine”. Ele tratará de temas como a harmonização perfeita, os segredos de um grande vinho e até os rótulos produzidos em anos de Copa do Mundo. As regiões do Alentejo, Porto, Dão e Douro também serão objeto de provas, sempre com a presença de produtores. O reverenciado Dirk Niepoort, que tem base no Porto e no Douro, mas hoje produz também na Bairrada e no Dão, participará de uma delas. Laura Regueiro, da Quinta da Casa Amarela, no Douro, é outra presença confirmada.

Publicidade

Sempre concorrido, o curso oferecido pela Academia de Vinhos de Portugal será ministrado por Rui Falcão, crítico do jornal português “Público”, e concederá um certificado aos participantes. Estreante na programação carioca, Jorge Lucki, crítico do jornal “Valor Econômico”, fará duas provas no Rio: “O que dez anos fazem a grandes vinhos” e “Grandes vinhos de 2007”. Os encontros “Tomar um Copo”, que acontecem na área de convivência e têm formato descontraído, vão tratar de vinhos, é claro, mas também de assuntos correlatos, como enoturismo e gastronomia.

Os ingressos para o Mercado de Vinhos e para as provas custam R$ 140, à exceção daquelas comandadas por Dirceu Vianna Júnior, que custam R$ 180. As inscrições devem ser feitas pelo site do evento: vinhosdeportugal2018.com.br.

Vinhos de Portugal é uma realização do GLOBO, Público, Época e Valor Econômico, com parceria do Vinhos de Portugal, patrocínio do CasaShopping, do Pão de Açúcar e da Construtora Canopus, apoio da Agência Regional de Promoção turística Centro de Portugal, do Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, das Comissões de Vinhos do Alentejo e do Dão, da AGO Mercedes, da Volvo AB Gotland e da TAP.

Publicidade

Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail.

Já recebe a newsletter diária? Veja mais opções.


Captcha

TROCAR IMAGEM


Quase pronto…

Acesse sua caixa de e-mail e confirme sua inscrição para começar a receber nossa newsletter.

Ocorreu um erro.
Tente novamente mais tarde.

Email inválido.
{{mensagemErro}}