Principais

Curiosidades que você provavelmente não sabe sobre o Brasil

Todo mundo sabe que São Paulo é a maior cidade da América Latina, que o rio Amazonas é o maior do mundo e que o brasileiro é o mais divertido povo do planeta. Talvez esse último fato seja um pouco tendencioso da parte dos próprios brasileiros, mas os outros são verdade.

Fotos: Divulgação/VisitBrasil

Fotos: Divulgao/VisitBrasilFotos: Divulgao/VisitBrasil

Igreja da Sé e Palácio dos Leões, em São Luís, capital do Maranhão

O Brasil é um país imenso (o maior da América Latina e o quinto maior do mundo), o que pode impressionar algumas pessoas, mas já não causam muita surpresa. Mas existem ainda muitas curiosidades sobre nosso país que você provavelmente não conhece, como o fato de que a quantidade de vegetação nos bairros do Brás e Santa Cecília na cidade de São Paulo é igual à do deserto do Saara e que o Brasil concentra a maior quantidade de espécies de primatas do mundo. Separamos aqui, por estado, algumas das curiosidades sobre nossa terrinha que conseguimos encontrar. Tem alguma que a gente esqueceu?

Norte

Fotos: VisitBrasil

Fotos: VisitBrasilFotos: VisitBrasil

Locomotiva Madeira-Mamoré, exposta em Porto Velho (Rondônia)

Amazonas (AM) – É fácil encontrar fatos interessantes sobre o maior estado do Brasil se falarmos da floresta Amazônica. A diversidade biológica na maior floresta tropical do mundo é impressionante: um hectare de floresta contém mais espécies do que toda a América do Norte, por exemplo. Mas se isso não é novidade para você, talvez o fato de que lá encontra-se uma das melhores escolas de guerra do mundo seja. O Centro de Instrução de Guerra na Selva, a alguns quilômetros de Manaus, oferece um dos melhores e mais difíceis treinamentos militares do mundo para combate na selva. O curso é tão difícil que faz as cenas de Tropa de Elite parecerem brincadeira.

Roraima (RR) – Para começar, vamos esclarecer a principal controvérsia sobre o estado menos densamente povoado do Brasil. Você pode pronunciar “Roráima” ou “Rorâima”, tanto faz, as duas maneiras estão certas. O curioso talvez seja que nenhuma das duas formas corresponde a pronúncia original do nome indígena que é “Roraíma”. Ele é o estado com maior percentual de população indígena do país e com menor PIB.

Amapá (AP) – O Amapá foi um dos últimos territórios brasileiros a tornar-se um estado, a decisão foi tomada na Assembleia constituinte em 1984 e o estado foi instalado só em 1991. Ele tem uma das maiores reservas indígenas do país e foi o primeiro estado brasileiro a ter todas as terras indígenas demarcadas. A maior parte de seu território (72%) é ocupado por áreas protegidas, o que o torna o estado com maior porcentagem de Unidades de conservação do país. Sua capital, Macapá, é a única capital do país cortada pela linha do equador, o que faz com que ela seja um dos melhores lugares do país para observar os equinócios.

Pará (PA) – O segundo maior estado brasileiro abriga o maior município em extensão territorial da América Latina e o terceiro do mundo, a cidade de Altamira. Também localizado no estado, está a Ilha de Marajó, a maior ilha do país e a maior ilha fluviomarinha do mundo. Mas talvez um dos lugares mais curiosos do estado seja Fordelândia, uma cidade criada por ninguém menos que Henry Ford, um dos pais da indústria automotiva. Adquirida por sua empresa em 1927, a cidade fazia parte de um projeto de criar um centro de extração de Látex para confecção de pneus. Ford construiu não só diversas fábricas e casas no modelo dos subúrbios americanos, mas também igrejas, restaurantes, lojas, enfim, uma cidade americana completa. No entanto, a invenção da borracha sintética e os altos custos para transportar o sonho americano para o meio da floresta amazônica inviabilizaram completamente o projeto. Hoje Fordelândia transformou-se em uma cidade fantasma, completamente abandonada.

Tocantins (TO) – A história de Tocantins é marcada por diversos movimentos separatistas interessantes que você provavelmente não ouviu falar nas aulas de história, porque seu professor não contou ou simplesmente porque você não estava prestando atenção, mas esse é o tipo de curiosidade fácil de encontrar na internet. Algo mais interessante que talvez você não saiba é que Palmas, a capital do estado, vai sediar os primeiros Jogos Mundiais dos Povos Indígenas. O evento reúne competidores de 22 países e 24 etnias, entre as diversas provas encontram-se cabo de força, corrida de tora, arremesso de lança, e Xikunahati, uma espécie de futebol jogado com a cabeça.

Rondônia (RO) – Rondônia tem o pior índice de transparência do Brasil, mas é o segundo Estado com o melhor índice Gini, que mede desigualdade social. Apesar do aparente isolamento, ele é a região com o segundo maior número de celulares por habitante do país. Nele está situado a Reserva Roosevelt, propriedade dos Índios Cintas-largas. Acredita-se que nessa região esteja localizada uma das maiores minas de diamantes do mundo. Por ser uma área de preservação indígena, a extração de minerais é proibida, questão que já gerou muita polêmica e controvérsia.

Acre (AC) – A última região brasileira a ser povoada, o Acre foi um território adquirido da Bolívia pelo Brasil em 1903 depois da Revolução Acreana, mais um desses fatos históricos que você deveria ter aprendido na escola. O estado ganhou seu primeiro shopping center em 2011, que foi construído em sua capital, a cidade de Rio Branco. Apesar do isolamento, ela não é a última capital brasileira a ter um shopping center, esse título vai para Boa Vista, capital de Roraima, que inaugurou seu primeiro shopping em 2014. 

Nordeste

Praia da Ponta Verde, em Maceió, capital de Alagoas

 

Maranhão (MA) – O Maranhão é o estado com menor quantidade de automóveis por habitante do país e é também o estado com maior índice de pobreza. Sua capital, São Luís, é a única cidade brasileira fundada por franceses. Seu centro histórico é patrimônio mundial da Unesco e litoral maranhense abriga algumas das praias mais bonitas do Brasil e é um dos principais pontos turísticos do país. Contudo, se você pretende visitá-las é preciso tomar alguns cuidados. Maranhão é o único estado em que é necessário tomar vacina contra febre amarela para visitar qualquer um dos municípios, inclusive a capital. Além da vacina, também é uma boa ideia fazer um seguro viagem.

Piauí (PI) – A população do Piauí tem o maior percentual de católicos do país, cerca de 85 das pessoas que vivem lá só católicas. Essa devoção gera fatos curiosos como o Pé de Jesus, uma pedra no centro da cidade de Oeiras, sobre a qual há uma marca de um pé esquerdo. As pessoas que visitam o local acreditam que essa é a pegada de Jesus. Ao lado dela, há também a pegada do diabo, todos que visitam o lugar, acendem uma vela para Jesus e jogam uma pedra sobre a marca do diabo.

Ceará (CE) – A praia das Dunas, na região metropolitana de Fortaleza, abriga o maior parque aquático da América Latina. O estado também é onde se encontra um dos principais sítios arqueológicos do mundo, a Chapada do Araripe. Outra região de destaque é a cidade de Juazeiro do Norte, uma das principais cidades de peregrinação do país. Devotos do Padre Cícero vão todos os anos rezar e pagar promessas, no dia de finados cerca de meio milhões de pessoas visitam a cidade em romaria.

Rio Grande do Norte (RN) – O município de Mossoró no Rio Grande do Norte além de ser o maior produtor de petróleo em terra do país, é também o maior produtor de sal. Cerca de 90% do sal produzido no Brasil vem do Rio Grande do Norte. O estado também abriga o maior Cajueiro do Mundo –a árvore cobre uma área de cerca de 8.500 m² e produz cerca de 2,5 toneladas de caju por safra.

Pernambuco (PE) – A cidade de Caruaru em Pernambuco afirma ter a maior festa Junina do mundo, que se estende por todo o mês de junho e reúne cerca de 2 milhões de pessoas. Além da tradicional festa popular, a cidade também abriga uma das maiores feiras livres do mundo, a Feira de Caruaru, que existe há mais de 200 anos e conta com cerca de 5 mil barracas. Nela são vendidas não somente frutas e verduras, mas também artesanato da região, além de ser um local onde se encontram diversos músicos e artistas de rua.

Paraíba (PB) –  João Pessoa, a capital da Paraíba, é conhecida também como “Porta do Sol”, porque é a cidade mais ao leste da América e a primeira a receber os raios do sol. Embora ela seja considerada a cidade mais verde do Brasil e a segunda do mundo, ela também é a cidade mais violenta do país, com uma taxa de cerca de 79 homicídios para cada mil habitantes. Também localizada no estado está a praia de Tambaba, que além de ser a primeira praia nudista do Brasil, cedia todos os anos um campeonato de surfe naturalista, onde todos os competidores surfam nus.

Sergipe (SE) – Aracaju, a capital do menor estado brasileiro, é provavelmente um dos melhores lugares do mundo para dançar forró. Nela, todos os anos, ocorre o Forró Caju, uma festa junina que reúne cerca de 140 atrações de todo o país e é visitada por cerca de 1 milhão de pessoas. A festa dura 14 dias e é um dos principais festivais de Sergipe e do Brasil.

Alagoas (AL) – Existem centenas de réplicas da Estátua de Liberdade no mundo inteiro, contudo, em Maceió, capital de Alagoas, você pode encontrar uma das poucas réplicas feitas pela mesma fundição que confeccionou a estátua que fica em Nova York, a Fundição Val d’Osne.

Bahia (BA) – O maior e mais populoso estado do nordeste brasileiro possui também a maior população de negros do Brasil, que representam cerca de 16,8% de seus habitantes. O estado abriga também o maior número de ciganos do país, é o maior produtor de cacau, feijão e mandioca do Brasil e nele encontra-se a maior baía do país, a Baía de Todos os Santos que banha Salvador e outros 10 municípios.

Centro-Oeste

Casa da Fundição, Goiás Velho (Goiás)

Casa da Fundio, Gois Velho (Gois)Casa da Fundio, Gois Velho (Gois)

Casa da Fundição, Goiás Velho (Goiás)

Mato Grosso (MT) – O Pantanal no Mato Grosso é a maior planície inundável do planeta. A área inundada, cerca de 250 mil quilômetros quadrados, equivale ao território do Reino Unido, tanto que na época das cheias a população rural tem que migrar para outras cidades e vilas. Ele é também um dos locais com maior diversidade biológica do mundo: há mais espécies de peixes nos rios do Pantanal do que em todo o continente europeu.

Mato Grosso do Sul (MS) – Um dos pratos mais famosos de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, é o sobá, um tipo de macarrão japonês. Por conta da forte imigração nipônica que a cidade recebeu no começo do século 20, a prato acabou se popularizado e hoje é considerado por decreto municipal um bem cultural de natureza imaterial da cidade e também foi tombado pelo Iphan como patrimônio histórico e artístico nacional. Os restaurantes mais tradicionais da cidade servem o prato e há inclusive um monumento ao sobá no centro da cidade.

Goiás (GO) – Um dos lugares mais interessantes no estado de Goiás é o município Caldas Novas, pois lá encontra-se a maior estância hidrotermal do mundo. As águas brotam das fontes termais em temperaturas que variam entre 43º e 70º. Nas águas da Lagoa Quente do Pirapitinga, um dos principais pontos turísticos da região, é possível cozinhar um ovo em 3 minutos. Na cidade também acontece o Caldas Country Show, o maior festival de música sertaneja do Brasil.

Sudeste

Guarapari, no Espírito Santo

 

São Paulo (SP) – São Paulo é o Estado mais rico e mais populoso do Brasil, com cerca de 44 milhões de habitantes, o que representa 21% de toda a população do país. Quase três quartos dessas pessoas se concentram na região metropolitana da grande São Paulo, formada pela conurbação da capital e cidades vizinhas, sendo o segundo maior aglomerado populacional do mundo. O estado também é responsável por cerca de 40% do PIB de todo o país. Por conta da forte imigração de italianos, as pizzarias são os restaurantes mais populares da capital. Estima-se que há cerca de 6000 na cidade e que elas produzem em média 1 milhão de pizzas por dia.

Rio de Janeiro (RJ) – O Estado do Rio de Janeiro, apesar de ser o terceiro mais populoso do país, tem a maior densidade demográfica do Brasil. A capital do estado, a Cidade Maravilhosa, é uma das cidades mais visitadas o hemisfério sul, cerca de 2.82 milhôes de turistas internacionais visitam suas praias e o Cristo Redentor, que é uma das novas sete maravilhas do mundo. Um dado interessante sobre o Rio de Janeiro é que 20% da sua população masculina se identifica como sendo gay ou bissexual, o maior percentual de todas as cidades do país.

Espírito Santo (ES) – Espírito Santo é o único estado do país cuja a capital não é a maior cidade em população. Vitória, a capital, é a quarta cidade mais populosa do estado, atrás de Serra, Vila Velha e Cariacica. Em Vila Velha, encontra-se a fábrica da Garoto, a maior fábrica de chocolates da américa latina e 10ª maior do mundo.

Minas Gerais (MG) – Minas Gerais é o Estado brasileiro com maior número de municípios e abriga a menor cidade do país, Santa Cruz de Minas, que tem 2,9 quilômetros quadrados e uma população de 8.200 habitantes, o que incrivelmente não a torna a cidade menos habitada do país. Esse título vai para Serra da Saudade, outra cidade mineira, que registrou no último censo uma população de 822 habitantes.

Sul

Cascata do Caracol, na cidade de Canela, no Rio Grande do Sul

 

Paraná (PR) – As cataratas do Iguaçu, na divisa do estado do Paraná com a Argentina, são as maiores em volume de vazão de água no mundo. No estado também está localizada a usina hidrelétrica de Itaipu, a segunda maior do mundo. A capital do estado, Curitiba, tem o menor índice de analfabetismo do país e foi declarada a cidade mais ambientalmente sustentável da América Latina.

Rio Grande do Sul (RS) – A Lagoa dos Patos no Rio Grande do Sul é a maior do país e a segunda maior da América Latina. A praia do Cassino, no litoral do estado, tem a maior faixa contínua de areia do planeta. Um dos principais destinos turísticos do estado é a cidade de Gramado, onde ocorre o festival de cinema de Gramado e o Natal Luz, um dos maiores festivais natalinos do mundo.

Santa Catarina (SC) – Santa Catarina é o Estado com os melhores índices sociais do país. Ele possui o mais alto índice de expectativa de vida, a menor taxa de mortalidade infantil, o menor índice de analfabetismo e menor desigualdade econômica. Na cidade de Laguna é possível encontrar o Farol de Santa Marta, o maior farol das Américas.