Trade

Com a crise, temporada de cruzeiros será menor, mas com boas promoções

O primeiro cruzeiro da temporada brasileira de 2015 s zarpa no dia 5 de novembro, verdade. Mas quem quer embarcar em um dos nove navios que vo circular neste vero deve ficar atento desde j.

Diante de um quadro que combina dlar em disparada e crise econmica, as empresas tm apostado em promoes e facilidades de pagamento para fisgar at 600 mil passageiros (o balano de 2014 ainda no foi fechado, mas deve registrar 615 mil turistas).

Desde o dia 10, por exemplo, a MSC, companhia que trar o maior nmero de navios ao pas (quatro, alm de um com base na Argentina e rotas para o Brasil), congelou por tempo indeterminado o dlar em R$ 2,99 –na ltima tera (25), o dlar turismo fechou em R$ 3,81.

Ainda com o cmbio fixo, o passageiro pode, na reserva, adquirir pacotes de bebidas ou passeios em terra. “So estratgias para driblar a retrao que sentimos, de at 15% em relao a 2014”, diz Adrian Ursilli, diretor da MSC.

A Pullmantur aumentou o parcelamento dos pacotes de dez para 12 vezes e fez uma promoo, j encerrada, de cabines externas pelo preo de interna (normalmente, h diferena de at 30% nos valores).

Na Costa, alm de parcelar em dez vezes, passageiros encontram descontos de R$ 150 a R$ 1.100.

A outra armadora que vem ao Brasil, a Royal Caribbean, tambm investiu em promoes: no primeiro semestre, ofereceu descontos de 30% nas tarifas e deu cortesia ao terceiro e quarto passageiros.

“Estvamos cautelosos com a resposta do pblico, mas foi positiva”, diz Ricardo Amaral, vice-presidente da empresa para a Amrica Latina. “Apesar da crise, as pessoas querem viajar.”

Alm de promoes, outra aposta para driblar “encalhes” nos minicruzeiros, tendncia que, em 2014, ajudou a aumentar o pblico na comparao com 2013.

Neste ano, do total de 210 roteiros, cerca de 110 sero de at cinco noites. “Como tm durao menor, eles so mais econmicos”, diz Orlando Palhares, gerente de produtos martimos da CVC, agncia responsvel por 35% das vendas de cruzeiros no pas.

ENXUGAMENTO

A crise econmica agravou um cenrio que se repete pela quinta vez seguida no mercado do turismo nutico brasileiro: o enxugamento da temporada de cruzeiros.

“Optamos por uma estrutura menor para no corrermos riscos em um perodo to incerto”, afirma Ren Hermann, diretor-geral da Costa.

O litoral brasileiro chegou a ter, em 2010/11, 20 embarcaes –neste ano sero nove. O total de passageiros, que j foi prximo de 800 mil cruzeiristas (2011/12), caiu 25% nos ltimos cinco anos.

“No falta pblico, mas as empresas continuam a enfrentar problemas de infraestrutura, burocracia e altos custos porturios”, afirma Marco Ferraz, presidente da Clia Abremar, associao do setor.

*

RAIO-X DA TEMPORADA

9 navios

4 empresas (Costa, MSC, Pullmantur e Royal Caribbean)

600 mil passageiros esperados

210 viagens de 5/11 a 1/5/2016

Fonte: CLIA Abremar