Destinos, Principais, Viagem

Argentina, destino de casamentos: experiências em Mendoza e Patagônia

Para quebrar a tradição e dizer sim em lugares únicos no mundo, a Argentina é um destino ideal para casamentos descontraídos, exóticos e, claro, inesquecíveis

Escolher um parceiro para a vida é uma das decisões mais importantes que podemos tomar. Como, onde e quando fazê-lo também: há alguns anos consolidou-se a tendência do “destino nupcial”, uma experiência que combina a união civil e / ou religiosa de duas pessoas com um destino ímpar, onde se pode festejar de uma forma única.

A importância do casamento é tanta que é praticamente impossível os convidados não comparecerem à sua festa. Mesmo com a globalização e as consequentes amizades que surgem em diferentes partes do planeta, milhares de pessoas viajam anualmente para assistir a estes eventos que geralmente reúnem entre 40 e 500 convidados. Nesse sentido, o nicho de turismo de casamento tem grande potencial: movimenta cerca de 80 bilhões de dólares anualmente, 27% da indústria do casamento anual, segundo dados da Conferência Anual de Planejadores de Casamento 2016.

Nesse contexto, a Argentina se destaca como um lugar ideal para este tipo de turismo. Atualmente, a maioria desses eventos acontece no sudoeste da Ásia por causa de suas vistas maravilhosas, mas também por causa de seu baixo custo. Porém, este país latino-americano também possui paisagens exóticas e inéditas e, melhor ainda, com menores custos associados à sua moeda e sua proximidade.

Um dos destinos preferidos é Mendoza, província localizada na região oeste do país. A zona já é conhecida internacionalmente pela sua produção de vinho, pelo que para casamentos oferece celebrações em adegas de elevada qualidade, rodeadas por montanhas e vinhas que fundem uma experiência gastronómica dos mais elevados padrões internacionais com a cultura e costumes do local. Existem também quintas e quartos ideais para alojamento dos noivos, familiares e amigos; com amenidades de luxo em meio a paisagens únicas no mundo.

Outra região para este tipo de turismo é a Patagônia, no sul da Argentina. Bariloche, localizada na província de Río Negro – famosa por seus lagos, montanhas e praia – é escolhida por muitos futuros cônjuges que escolhem o caminho dos 7 lagos para dar o grande sim em suas margens. O acesso é muito fácil por estar perto da cidade, portanto, ir e vir para um alojamento é confortável, tanto para os noivos como para a família e amigos.

Alguns casais são até incentivados a fazer caminhadas para escalar uma montanha em busca de paisagens maiores que sirvam de fotografia perfeita para coroar seu amor. São experiências que propiciam ao casal chegar à festa por via aérea, via rapel. O verão é a melhor época para organizar esses eventos, já que a luz do dia se estende até altas horas da noite e faz menos frio do que o normal.

Em ambos os destinos, o serviço de casamento é completo. Com o turismo de casamentos em alta, essas áreas já oferecem traslados, aluguel de carros e guias turísticos específicos para o tema. Eles também são responsáveis ​​pela gestão de funcionários públicos ou padres da igreja – de acordo com as crenças do casal – para o dia do casamento; bem como reserva de plantão, pagamento de taxas e toda a logística necessária para que o casamento seja um fato. É uma oportunidade para o casal celebrar o casamento num local romântico que não envolve grandes custos e que não gera as tensões que os casamentos tradicionais costumam trazer.

Acompanhe o MídiaTuris nas Redes Sociais:

Instagram: @midia.turis

TikTok / Twitter / Facebook: @midiaturis