Trade

A Economia do Compartilhamento

Internet. Smartphones. Pessoas. Recursos. Empresas. Tecnologia. Misture tudo, coloque uma pitada de inovação e cubra com um pouco de ousadia. E boommm! Está criada a economia do compartilhamento.

E então, o seu carro, que ficava 95% do tempo parado poderá ser compartilhado com mais pessoas. O quarto de visitas da sua casa passa a ser ocupado por viajantes. Dar carona a outras pessoas de um lugar para outro, com segurança, passa a ser uma realidade. Criar produtos baseados em opiniões das pessoas vira regra. E você será pago por isso!

Mas o poder da economia compartilhada vai além da simples ideia de monetizar recursos subutilizados.

Ela gera oportunidades, muda a forma de se fazer negócio, transforma o relacionamento entre cliente e fornecedor, e redesenha o modelo corporativo atual.

Ela resolve de forma exponencial, problemas exponenciais!

E nessa nova economia, existem 3 entidades envolvidas diretamente:

EMPRESAS: São as responsáveis por criar e manter toda a plataforma tecnológica que permite conectar todos os envolvidos.

COLABORADORES: São as pessoas dispostas a compartilhar seus recursos subutilizados. Sejam eles carros, quartos, a caçamba vazia do caminhão, a furadeira, …

CLIENTES: São as pessoas dispostas a pagar para usar recursos disponibilizados pelos colaboradores.
E esse é um ciclo GANHA-GANHA-GANHA-GANHA.

Ganha a empresa, que recebe uma porcentagem do valor da transação. Mesmo sem investir nenhum centavo para a aquisição dos recursos.

Ganha o colaborador, que está monetizando recursos subutilizados e, portanto, geradores de despesas.

Ganha o cliente, que não precisa mais comprar recursos que seriam subutilizados, economizando dinheiro.

Ganha o planeta, que passa a tratar recursos subutilizados como recursos em abundância.

E você? Está pronto para participar desta nova realidade?