Destinos

7 dicas para viajar barato pela Europa

De cada dez brasileiros viajantes, pelo menos oito sonham em viajar para a Europa. A chance de conhecer vários países em uma única viagem mexe com o imaginário de quem mora no Brasil e planeja atravessar o Atlântico, pelo menos uma vez na vida, para conhecer lugares como Paris, Londres, Lisboa ou Amsterdã.

Se você faz parte deste grupo, mas acha muito caro realizar este sonho, mostraremos abaixo que é possível fazer uma viagem econômica entre os países europeus.

A primeira dica é ficar de olho na promoção de passagens aéreas, escolher um destino barato como porta de entrada para o continente

1 – Se hospede em um hostel

Créditos: LanceB/iStock

Hospedar-se em um hostel pode ser a forma mais barata para conhecer a Europa

Além dos famosos hostels, outra possibilidade para economizar com hospedagem em países europeus é contar com o CouchSurfing (hospedar-se na casa de um morador local). A rede social que permite que viajantes sejam acolhidos por moradores locais só cresce entre os brasileiros e é uma forma muito útil também de conhecer a fundo o lugar que está sendo visitado.

2 – Viaje de trem

Créditos: rglinsky/iStock

Vista da Liverpool Street Station, em Londres

O sistema ferroviário da Europa é um exemplo para o mundo. Com um trem, você pode ir e voltar a diferentes países em um único dia –isso com tíquetes baratos e um sistema de integração que permite bilhetes para vários dias, por exemplo.

Para isso, a dica é montar um roteiro entre os trilhos do Velho Mundo, antes mesmo de desembarcar em uma cidade europeia. No site da Rail Europe, é possível planejar sua viagem e montar itinerários e então ter a certeza de fazer um bom negócio.

3 – Voe com companhias de baixo custo

Caso a ideia da sua viagem até a Europa seja visitar vários países, além de andar de trem, você pode voar com as companhias aéreas de baixo custo. Os voos são incrivelmente baratos e podem chegar a custar menos de £20, dependendo da promoção.

A dica é acessar o site dessas empresas e conferir as ofertas, regras e condições para evitar furadas. Para saber mais, clique aqui.

4 – Alugue uma bicicleta

As cidades europeias estão entre as melhores do mundo para quem curte andar de bicicleta! Muitos destinos oferecem o aluguel deste meio de transporte, o que rende muita economia e um jeito totalmente enriquecedor de caminhar entre os cartões postais da região visitada.

Vale a pena investir nessa ideia, especialmente se você é daqueles que gostam de sentir a brisa e que acham que percorrer tranquilamente as ruas e avenidas de uma cidade é a melhor maneira de conhecê-la por inteiro. Uma dica valiosa nesse sentido é que os passeios de bicicleta podem ser melhores aproveitados durante a primavera ou verão. No inverno, o vento gélido comum em muitas cidades europeias pode atrapalhar o passeio.

5 – Prepare suas próprias refeições

A gastronomia é essencial no roteiro de qualquer viajante que está desbravando a Europa. Para não gastar muito, já que um jantar em Paris, por exemplo, pode ser absurdamente caro para quem viaja com baixo orçamento, a dica é fazer apenas uma refeição como esta durante a sua estadia em solo europeu e nos outros dias preparar a própria refeição.

Esta alternativa é mais viável para quem está hospedado em um hostel, onde sempre há uma cozinha coletiva, mas nada impede que seja praticada por quem vai passar a sua estadia em um hotel. A dica é fazer piqueniques ao ar livre, para almoçar ou jantar, e apenas se alimentar em restaurantes ou cafés quando estritamente necessário.

6 – Use o Tax Free para compras

Para muitos viajantes, é praticamente impossível voltar para casa sem ter feito pelo menos uma comprinha durante a sua estadia fora. Felizmente, é possível economizar neste quesito também, graças ao “Tax Free” (Isenção do Imposto sobre Valor Agregado).

Com ele, o visitante pode fazer suas compras e depois pedir o reembolso do imposto cobrado nos produtos adquiridos na Europa. O processo é um pouco demorado e burocrático, mas vale a pena, especialmente para quem quer ter chance de economizar o máximo possível durante as suas viagens.

7 – Fuja das áreas turísticas

Isso vale para qualquer viagem. Em vez de ficar hospedado diante do principal cartão postal da cidade onde vai passar a sua estadia, a dica é escolher um hotel mais afastado. E a mesma precaução deve ser adotada na hora de almoçar ou jantar.

Com informações do Skyscanner