Sem categoria

5 motivos para ver o filme da Mulher-Maravilha nos cinemas

Um dos filmes mais aguardados do ano entre os fãs de quadrinhos, “Mulher-Maravilha” desembarcou nas salas de cinema envolto em críticas positivas, tanto dos fãs como da mídia especializada.

Pensando nisso, o publicitário Rafael Monteiro de Castro, do canal HQ: Tudo o que você precisa saber, assistiu ao filme em primeira mão e listou abaixo cinco motivos pelos quais vale a pena assistir à trama dirigida por Patty Jenkins.

Confira:

  • 1. A DC acertou! O roteiro é coeso, a história é bem contada, o humor é bem dosado, enfim: é um divertimento que vale o ingresso.

Créditos: Copyright 2017 WARNER BROS. ENTERTAINMENT INC. AND RATPAC ENTERTAINMENT, LLC / Clay Enos/Divulgação

Gal Gadot na pele da Mulher-Maravilha


  • 2. Gal Gadot! Não só a beleza da atriz vale uma conferida no filme: ela convence como Diana. Acreditamos na personagem, mesmo com todo o background fantasioso que a envolve, e torcemos por ela. O desafio de tornar a personagem crível é semelhante ao que a Marvel teve quando introduziu o Thor no cinema: são personagens pouco calcados na realidade, são deuses de outra dimensão, tudo isso precisa ser muito bem trabalhado para a audiência comprar a ideia. E a Mulher-Maravilha do cinema é uma mulher possível, dentro do universo estabelecido para ela.

Créditos: Copyright 2017 WARNER BROS. ENTERTAINMENT INC. AND RATPAC ENTERTAINMENT, LLC / Clay Enos | Divulgação

Não é só a beleza da atriz Gal Gadot que vale uma conferida no filme: ela convence como Diana


  • 3. Chris Pine! O que poderia ser um mocinho sem sal, o donzelo em perigo, se torna aqui, graças ao talento do ator que interpreta Steve Trevor e à direção certeira de Patty Jenkins, o grande alívio cômico do filme. A química e os diálogos entre Steve e Diana são o ponto alto da história. O texto é inteligente e Pine consegue usar o humor de forma dosada e nos momentos certos.

Créditos: Copyright Warner Bros. France | Divulgação

Chris Pine interpreta o personagem Steve Trevor no filme


  • 4. Feminista, mas não panfletária! Muito se questionava o quanto o filme ousaria abordando questões relacionadas ao feminismo. Estas questões são presentes, mas não são colocadas de forma agressiva. Pelo contrário, a Mulher-Maravilha no filme entende as coisas de forma tão simples e natural, que até o espectador mais conservador consegue perceber a obviedade de alguns questionamentos: Por que a mulher não pode fazer isso ou aquilo? Por que você diz que a mulher não é capaz de empreender determinada tarefa? Diana simplesmente faz. E salva o dia.

Créditos: Copyright 2017 WARNER BROS. ENTERTAINMENT INC. AND RATPAC ENTERTAINMENT, LLC / Clay Enos

‘Mulher-Maravilha’ é feminista, mas não panfletário!


  • 5. Cenas de ação excelentes! O filme tem cenas de ação muito boas em diferentes momentos. O combate das amazonas em Themyscira e principalmente as cenas de Diana lutando na Primeira Guerra Mundial são grandiosas e empolgantes.

Créditos: Copyright Warner Bros. France | Divulgação

O filme não decepciona no quesito ação


Confira as salas e horários onde o filme está em cartaz em Brasília: