Principais

10 motivos para ‘jamais’ visitar Moscou

Maior país do mundo em extensão territorial — 17.075.400 km², a Rússia ainda é um destino pouco explorado pelos brasileiros.

Moscou, a capital do país, é uma das cidades mais caras do mundo, um empecilho para quem viaja com pouca grana. Mas a cidade abriga um dos cartões-postais mais lindos do mundo, a Praça Vermelha.  O metrô de Moscou é uma atração à parte. Parece um palácio.

De forma irônica, o pessoal do site Gazeta Russa listou dez motivos para você jamais visitar Moscou. Descubra abaixo e tire suas próprias conclusões:

Foto: Aleksandr Sukharev

1 – O Kremlin e a Praça Vermelha são os primeiros pontos a se visitar na capital russa. Mas tenha cuidado: são bonitos, impressionam e nada se compara a eles. Não podemos garantir que você não ficará chocado com tanta beleza. Afinal, por que correr riscos?

Foto: Vanilla Ninja/Press Photo/Gazeta Russa

 

2 – A vida noturna de Moscou é agitada e barulhenta. Todo mundo dançando, gritando e se divertindo muito. Isso sem falar dos bares que proporcionam vistas lindas da cidade. Em suma, Moscou nunca dorme. Considere-se avisado.

Igor Efimov, Best Of Russia 2013/Gazeta Russa

 

3 – Em Moscou, o legado soviético está presente por toda a parte. O parque e centro de exposições VDNKh, por exemplo, abriga diversos monumentos soviéticos, fontes com estátuas douradas, pavilhões antigos e o Museu da Cosmonáutica. Chato, não?

Foto: Serguêi Mikheiev/ RG/Gazeta Russa

 

4 – Festival de Fogos de Artifício e Festival Internacional de Música Militar da Torre Spásskaia são alguns dos grandes eventos da capital. Já no Dia de Moscou, no primeiro sábado de setembro, o céu é iluminado por fogos de artifício, além da possibilidade de ir a concertos e shows gratuitos. A mesma superprodução pode ser vista no dia 9 de maio, quando é realizado desfile do Dia da Vitória. Muito barulho, muita gente –e muita diversão. Está disposto?

Foto: TASS/Gazeta Russa

5 – As vistas panorâmicas de Moscou a partir de bares e restaurantes. A culinária russa é gostosa, mas, quando se chega a um lugar desses para comer ou beber, a atenção é sempre captada por outra coisa que não a comida. No final, não se sabe onde fixar os olhos: na vista da cidade ou no prato. Dúvida cruel.

6 – Durante o Festival de Flores de Moscou, que acontece todo mês de julho, 600 mil flores são plantadas perto da Praça Vermelha e ficam ali por cerca de um mês. Além da possível alergia que isso pode causar, a Praça Vermelha não é um jardim botânico, certo? Hum…

Foto: Lori/Legion Media/Gazeta Russa

 

7 – Os edifícios de Moscou são muito velhos.

Vladímir Artemov/TASS/Gazeta Russa

 

8 – Você queria ir para um parque normal com árvores e grama…e acaba se vendo em uma antiga residência tsarista, uma herança do século 18 ou algo do gênero. Palácios, jardins, estátuas –e mais palácios. Ainda prefere apenas árvores e grama?

Foto: Lori/Legion Media/Gazeta Russa

 

9 – Existem casas e edifícios incomuns escondidos por toda a Moscou. Uma casa em forma de ovo? Grande coisa.

Foto: TASS/Gazeta Russa

10 – O Metrô de Moscou é uma atração à parte. Mas vamos ser honestos com você: não entre no metrô. Você nunca vai conseguir ver todas as estações, até porque cada uma delas é única e diferente das restantes. Há estações com monumentos, cafés, museu e até uma construída em uma ponte. Perigoso e assustador!